Beja

Predador de 16 anos faz-se passar por rapariga para sexo

Predador de 16 anos faz-se passar por rapariga para sexo

Caso de fraude sexual e violação de cinco vítimas começou no Facebook. Arguido está em liberdade e beneficiou do facto de ter 16 anos, aquando dos factos.

Uma paixão pelo melhor amigo, com o qual desejava manter relações sexuais, levou um jovem de 16 anos a criar um falso perfil no Facebook e no Skype, com os quais assumiu a identidade de uma terceira pessoa (uma amiga comum e colega de escola), terminou com a prática do crime de fraude sexual na pessoa de mais quatro jovens vítimas.

Na data dos factos, que ocorreram em 2013, em Castro Verde (Beja), todas as vítimas tinham 15 anos e frequentavam o mesmo estabelecimento de ensino naquela vila alentejana. Somente um dos cinco elementos molestados apresentou queixa e constituiu-se assistente.

Ler mais na edição impressa ou e-paper