Crime

Preventiva para suspeito de furtos em escolas de São João da Madeira

Preventiva para suspeito de furtos em escolas de São João da Madeira

As Brigadas de Investigação Criminal da PSP de São João da Madeira detiveram o homem suspeito de ser o responsável por diversos furtos em escolas e estabelecimentos comerciais do concelho. Encontra-se em prisão preventiva.

A onda de furtos ocorridos nos últimos meses, em São João da Madeira, causou alarme social com diversas escolas a serem alvo de furto, perdendo muitos dos seus bens e equipamentos.

Nas semanas em que o homem de 32 anos, sem profissão, residente em Oliveira de Azeméis, atuou, nem sequer escapou o edifício da Segurança Social da cidade que, para além do rasto de destruição causado no interior, ficou sem um televisor de uma das divisões.

A escola dos Condes e das Travessas terão sido as primeiras assaltadas e vandalizadas. Seguiram-se Fontainhas, Escola do Parque e a Escola de Casaldelo, que no espaço de duas semanas foi assaltada duas vezes.

Para além do arrombamento de portas e janelas, o suspeito terá levado dinheiro, computadores, máquinas fotográficas, televisões, material informático e ecopontos pequenos.

Num dos furtos a uma escola chegaram a comer alguns alimentos, numa altura em que se assinalava a semana da alimentação.

O Tribunal de Santa Maria da Feira aplicou-lhe a medida de coação de prisão preventiva, sendo conduzido ao Estabelecimento Prisional de Custóias.