Tribunal

Prisão preventiva para 17 dos 30 detidos por tráfico de droga no Porto

Prisão preventiva para 17 dos 30 detidos por tráfico de droga no Porto

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto decretou prisão preventiva para 17 dos 30 detidos numa operação de combate ao tráfico de droga, que decorreu na quinta-feira, disse este sábado fonte policial.

Os restantes 13 suspeitos ficaram sujeitos a medidas de coação não privativas da liberdade.

Os arguidos começaram a ser ouvidos na sexta-feira de manhã, diligência que só acabou na madrugada de hoje, adiantou a mesma fonte.

Entre os 30 suspeitos - 26 homens e quatro mulheres, com idades entre os 18 e 57 anos -, 13 foram detidos por mandados de detenção, 15 por tráfico de droga e dois por posse de arma ilegal, segundo um balanço feito na sexta-feira pela PSP.

A operação policial foi de "grande envergadura", envolvendo 64 buscas domiciliárias e não domiciliárias, e no âmbito de uma investigação de combate ao crime de tráfico de droga, nas áreas do Porto, Gondomar, Vila Nova de Gaia, Matosinhos, Póvoa do Varzim e Paredes.

As diligências resultaram na apreensão de 21.914 doses de droga, entre liamba, heroína, haxixe, cocaína e anfetaminas, 54.000 euros, dois carros, uma espingarda de ar comprimido, uma pistola tipo 'flash bang' e uma de alarme com carregador, um revólver, duas armas de calibre 6.35, três caçadeiras, dois punhais, uma arma branca tipo borboleta, um sabre, uma catana, dois bastões extensíveis, uma matraca, um taco de basebol, cinco cargas CO2, um aerossol e três carregadores.

Entre o material apreendido estão ainda 27 munições, 58 cartuchos e quatro caixas de chumbos.