Mirandela

Prisão preventiva para casal detido por suspeita de tráfico de droga na A1

Prisão preventiva para casal detido por suspeita de tráfico de droga na A1

Vão aguardar julgamento em prisão preventiva o homem e a mulher, de 31 e 29 anos, residentes em Mirandela, detidos pela GNR, na segunda-feira, quando circulavam na autoestrada n.º 1 (A1), perto do Porto, por suspeita de tráfico de estupefacientes.

Trata-se de um instrutor de condução e da sua namorada sobre os quais recaem suspeitas de tráfico de droga no concelho de Mirandela e na zona da Mealhada, depois de se abastecerem na área do Porto.

As detenções ocorreram no decurso de uma investigação por tráfico de estupefacientes que está a ser conduzida pela GNR de Mirandela desde o final de 2019 e que permitiu aos militares do Núcleo de Investigação Criminal verificarem que o casal adquiria produto estupefaciente no distrito do Porto e fazia o seu transporte e subsequente revenda na cidade de Mirandela e no concelho da Mealhada, a clientes pré-estabelecidos.

"No seguimento das diligências, foram realizadas duas buscas domiciliárias onde foi apreendido diverso material, nomeadamente 1 547 doses de haxixe; 34 comprimidos de ecstasy; Sete doses de folhas de canábis; óleo de canábis; LSD líquido; LSD em gelatina; sementes de folhas de canábis; 52 790 euros em numerário; uma balança de precisão; vários produtos e equipamentos para preparação e acondicionamento de estupefaciente; dois telemóveis; um computador portátil e um veículo", indicou fonte do comando da GNR em Bragança.

Esta operação contou com o reforço do Destacamento de Trânsito (DT) do Porto, Postos Territoriais de Mirandela e Mealhada, Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Anadia, Secção de Investigação Criminal de Bragança, Secção Cinotécnica de Bragança e com o apoio da Polícia de Segurança Pública (PSP).

Outras Notícias