PSP

Prisão preventiva para cinco dos oito detidos por tráfico de droga em Bragança

Prisão preventiva para cinco dos oito detidos por tráfico de droga em Bragança

Cinco dos oito detidos pela PSP na passada terça-feira durante uma operação de combate ao tráfico de droga em Bragança vão ficar a aguardar julgamento em prisão preventiva.

Os outros três ficam sujeitos a uma medida de coação mais leve, nomeadamente a proibição de frequentar alguns locais e de contactos entre eles. Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório ao longo dos últimos dois dias no Tribunal de Bragança.

A PSP está convicta que os detidos, cinco homens e três mulheres com idades entre os 21 e os 60 anos, pertenciam a uma das principais redes de introdução de estupefacientes na cidade de Bragança. Durante a ação da polícia que decorreu em vários locais desta cidade e numa residência em Lebução (Valpaços) foi ainda apreendida cocaína suficiente para 400 doses e heroína que dava para 150 doses, cerca de 3800 euros em dinheiro, duas viaturas ligeiras e 12 telemóveis.

A investigação estava no terreno há sete meses e "permitiu pôr cobro a uma das mais visíveis e importantes vias de distribuição aos consumidores de Bragança e que será totalmente comprometida", referiu o comandante da PSP, José Neto. A maioria dos detidos reside na cidade brigantina, são todos de nacionalidade portuguesa, e presume-se que as cabecilhas do grupo sejam uma mulher com 60 anos e a sua filha.

"Conseguimos apreender algum produto que se suspeita seja estupefaciente, nomeadamente cocaína e uma quantia significativa em dinheiro que se suspeita possa resultar da atividade de tráfico", explicou o comissário Bruno Machado.

Outras Notícias