Guimarães

Prisão preventiva para dois suspeitos de assaltarem máquinas de tabaco

Prisão preventiva para dois suspeitos de assaltarem máquinas de tabaco

Dois dos elementos do "gangue do tabaco", detido na madrugada de terça-feira, ficaram em prisão preventiva. O juiz de instrução criminal do tribunal de Guimarães libertou os outros três indivíduos, que têm de se apresentar duas vezes por semana às autoridades.

Os cinco indivíduos, com idades entre os 26 e os 36 anos, foram apanhados pelo Núcleo de Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Barcelos, depois de alegadamente terem assaltado dois cafés, um em S. Romão do Coronado (Trofa) e outro em Moreira de Cónegos (Guimarães). Foram detidos quando estavam a regressar a casa, em Lousado, Famalicão.

São suspeitos de mais de meia centena de furtos a cafés e pastelarias para roubar máquinas de tabaco. O gangue era liderado por Pascoal, com cadastro por tráfico de droga e acusado da tentativa de homicídio de dois guardas. Dois irmãos seus também faziam parte do grupo.

Os assaltos aos estabelecimentos comerciais eram planeados, desde o furto da viatura que usavam para o roubo até ao seu abandono, passando pela construção artesanal de ferramentas que permitissem arrombar máquinas de tabaco com facilidade.

A investigação durava há cerca de cinco meses.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG