O Jogo ao Vivo

Tribunal

Prisão domiciliária para dois suspeitos de roubos com arma branca no Porto

Prisão domiciliária para dois suspeitos de roubos com arma branca no Porto

Dois dos nove jovens detidos, na terça-feira, pela PSP por suspeitas de crimes de roubo com arma branca nos concelhos do Porto, Vila Nova de Gaia e Matosinhos, ficaram em prisão domiciliária.

Em comunicado, o Comando Metropolitano da PSP do Porto revela que dois dos suspeitos ficaram em preventiva, até serem reunidas as condições para a prisão domiciliária, e um terceiro ficou em prisão domiciliária. Os restantes jovens têm de se apresentar periodicamente junto dos departamentos policiais.

A PSP divulgou, na quarta-feira, que deteve nove jovens, com idades compreendidas entre os 17 e os 23 anos, no âmbito de uma operação de combate ao roubo nos concelhos do Porto, Vila Nova de Gaia e Matosinhos.

PUB

De acordo com a PSP, foram realizadas diligências que incluíram "o cumprimento de nove mandados de detenção e 10 mandados de busca domiciliária" nos referidos concelhos do distrito do Porto.

Das buscas resultou a apreensão de cinco armas brancas (navalhas), seis telemóveis e diversos artigos de vestuário, segundo a PSP.

Os detidos "são suspeitos da prática de 11 crimes de roubo no período compreendido entre o dia 5 de março e o dia 2 de junho do presente ano", referia o comunicado da polícia divulgado na quarta-feira.

"[Os suspeitos] agindo em comunhão de esforços e através de ameaças com recurso a arma branca e coação física, despojavam as suas vítimas, preferencialmente jovens, dos seus pertences, nomeadamente quantias monetárias, telemóveis, vestuário, calçado", lia-se na nota de imprensa.

A PSP precisou que se os jovens "não estivessem na posse de artigos de valor eram coagidos a efetuar o levantamento de quantias monetárias junto de uma caixa ATM [multibanco]".

A polícia indicou ainda que três vítimas necessitaram de assistência hospitalar, na sequência dos roubos.

A operação da PSP "contou com o apoio das Equipas de Intervenção Rápida da 1.ª e 2.ª Divisões e Divisão de Vila Nova de Gaia", bem como com "a colaboração da GNR na sua área de jurisdição".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG