O Jogo ao Vivo

Justiça

Preventiva para suspeito de matar e desmembrar namorada grávida

Preventiva para suspeito de matar e desmembrar namorada grávida

O juiz de Instrução Criminal no Tribunal de Sintra decretou a prisão preventiva do homem suspeito de matar à pancada, desmembrar e enterrar o corpo da ex-namorada, em Salvaterra de Magos.

O suspeito, conduzido por inspetores da Secção de Homicídios da PJ de Lisboa e Vale do Tejo, começou a ser interrogado a meio da tarde e saiu das instalações judiciais cerca das 21 horas desta sexta-feira, sendo encaminhado para estabelecimento prisional da Grande Lisboa.

A vítima, Jordana Dias, cidadã brasileira, a residir em Queluz, grávida de seis meses, estava dada como desaparecida desde o dia 6 de Janeiro.

O seu veículo foi encontrado 15 dias depois, abandonado no Monte Abraão, subúrbios de Queluz, em cuja Esquadra da PSP o pai tinha formalizado queixa por desaparecimento.

Quarta-feira, à noite, o corpo foi encontrado, enterrado num eucaliptal em Arneiro da Preta, Salvaterra de Magos, aparentemente com a colaboração do homem, que é suspeito de assassínio e profanação de cadáver.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG