PSP

Prisão preventiva para nove suspeitos de roubarem catalisadores

Prisão preventiva para nove suspeitos de roubarem catalisadores

Nove dos 15 detidos no âmbito da operação realizada na segunda-feira em Lisboa, Setúbal e Porto para desmantelar uma rede que se dedicava ao roubo de catalisadores ficaram em prisão preventiva.

Em comunicado, o Comando Metropolitano da PSP de Lisboa disse que, após apresentação dos detidos em tribunal, foi aplicada a "nove deles a medida de coação mais gravosa de prisão preventiva, a cinco apresentações semanais e a um apresentações bissemanais" às autoridades.

PUB

Na segunda-feira, a PSP deteve 15 pessoas e apreendeu 20 toneladas de catalisadores durante uma operação policial nos concelhos de Lisboa, Setúbal e Porto, que visou dar cumprimento a 21 mandados de buscas domiciliárias e não domiciliárias e 17 mandados de detenção.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública informou que a operação resultou de uma investigação a uma rede responsável por furto, recetação e transformação de catalisadores furtados em vários locais do território nacional.

"Foram feitas 15 detenções e apreendidas 15 toneladas de catalisadores, 17 mil euros em dinheiro, uma arma de fogo, 30 peças de ouro, 11 viaturas de gama média/alta, telemóveis e material de corte de catalisadores", enumerou a sub-comissária Laura Bicheiro, em declarações à Lusa na segunda-feira.

Hoje, em comunicado, os dados foram revistos e a nova contabilização da autoridade refere terem sido apreendidas 20 toneladas de catalisadores e especifica que as peças de ouro correspondem a seis quilos, com valor aproximado de 200 mil euros.

A operação policial contou com a colaboração do efetivo do Comando Metropolitano do Porto e, no concelho de Setúbal, com efetivo da GNR.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG