Violência Doméstica

Prisão preventiva para suspeito de tentar matar companheira em Leiria

Prisão preventiva para suspeito de tentar matar companheira em Leiria

Um homem de 28 anos suspeito dos crimes de homicídio qualificado na forma tentada e violência doméstica agravada, cometidos contra a companheira, em Leiria, vai aguardar julgamento em prisão preventiva.

A Procuradoria da República da Comarca de Leiria refere que, no domingo, "na casa onde habitavam, o arguido, no decurso de uma discussão com a vítima, por motivos relacionados com dinheiro, e quando a mesma se encontrava de costas para si, puxou-lhe o cabelo para trás e desferiu-lhe um golpe, com um objeto cortante, entre a zona da nuca e o pescoço".

"Em consequência, o arguido provocou na vítima uma ferida profunda, na região posterior do pescoço, que só não lhe provocou a morte em virtude a mesma ter sido atempadamente ajudada por terceiros e medicamente assistida", adianta.

Segundo a Procuradoria, o tribunal considerou também "fortemente indiciado que o arguido molestou física e verbalmente a vítima, durante o relacionamento de ambos, insultando-a, ameaçando-a de morte, puxando-lhe os cabelos e desferindo-lhe murros".

"Em consonância com o promovido pelo Ministério Público, a juíza de instrução criminal determinou que o arguido aguardasse os ulteriores termos do processo em prisão preventiva", acrescenta a Procuradoria da República da Comarca de Leiria.

Esta investigação é dirigida pelo Ministério Público da Subsecção de Violência Doméstica da 2.ª Secção do Departamento de Investigação e Ação Penal de Leiria, com a coadjuvação do Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG