Chaves

Procurado por pedofilia detido na fronteira pelo SEF

Procurado por pedofilia detido na fronteira pelo SEF

Um homem, de 24 anos, alvo de um mandado de detenção europeu por causa de um processo de crimes sexuais, foi detido por inspetores do SEF na fronteira de Chaves. Estava num autocarro que vinha de Lyon, em França, e tentou escapar ao controlo. Foi este sábado colocado em prisão preventiva.

O indivíduo era procurado por ser suspeito de ter abusado sexualmente de um sobrinho, então com 5 anos. De acordo com informações recolhidas pelo JN, no mesmo processo já foi condenado o pai da criança a uma pena de 20 anos de prisão.

Desde de 2017, que o Ministério Público de Évora tinha emitido mandados de detenção europeu. Enquanto o pai e a mãe foram detidos nessa altura, o tio tinha conseguido fugir, ao que tudo indica para França, onde esteve até anteontem, quando apanhou um autocarro para Portugal.

No posto de fronteira de Vila Verde da Raia, próximo de Chaves, uma equipa de inspetores do SEF começou a verificar todos os passageiros do autocarro. Munidos da lista dos viajantes, os inspetores deram conta que um dos passageiros não estava no lugar marcado, o que levantou suspeitas.

Graças ao sistema SEF Mobile, um sistema piloto pioneiro que permite efetuar controlos de fronteira e ações de fiscalização, como a captura de impressões digitais para a realização de pesquisas biométricas, o homem foi identificado e foi verificado que era procurado no âmbito deste processo.

Na sexta-feira, foi levado para o Tribunal de Évora pelo SEF, para ser submetido ao primeiro interrogatório judicial. Foi na manhã deste sábado colocado em prisão preventiva.

Desde o início do estado de emergência que o SEF controla todas as pessoas que chegam a Portugal pelas fronteiras terrestres e perto de 1900 pessoas já foram impedidas de entrar em Portugal.

Outras Notícias