Segurança

PSP alerta para "fake news" sobre ataques a mulheres em Coimbra

PSP alerta para "fake news" sobre ataques a mulheres em Coimbra

A PSP de Coimbra revelou, esta quinta-feira, que estão a ser publicadas, nas redes sociais, informações falsas sobre alegados crimes sexuais e contra a integridade física de mulheres, em diferentes pontos da cidade universitária. O objetivo de tais publicações, segundo a polícia, é o de "criar o alarme social", numa altura em que chegam a Coimbra milhares de estudantes universitários, muitos deles a primeira vez.

O Comando da PSP de Coimbra "desconhece" a origem das publicações, que têm sido feitas no Facebook e no Instagram, desde o início desta semana, e "relatam que várias raparigas têm sido abordadas por rapazes armados com armas brancas que as tentam roubar, agredir, raptar e violar".

No entanto, aquela polícia "não tem registo destas ocorrências nem de ocorrências semelhantes na sua área de intervenção, durante o período em apreço", e afirma, taxativamente, que se trata de informações falsas: "Alertamos para o facto de estas publicações não serem verdadeiras e terem o objetivo de criar o alarme social numa altura em que Coimbra volta a receber estudantes - e em que muitos deles chegam cá pela primeira vez".

"A PSP mantém-se atenta e vigilante, sempre presente, e ciente de que a missão é a de servir todos sem exceção, promovendo uma sociedade segura, tranquila e sustentável", lê-se no comunicado emitido pelo Comando Distrital de Coimbra.

A Polícia lembra ainda a todos que, se forem vítimas de crimes como os relatados nas referidas publicações, devem ligar para o número de emergência 112 ou dirigir-se às instalações da força de segurança que mais lhes forem convenientes e apresentar queixa.

Outras Notícias