Óxido nitroso

PSP apreende 19 botijas da "droga do riso" em bar na Amadora

PSP apreende 19 botijas da "droga do riso" em bar na Amadora

A PSP da Amadora apreendeu 19 garrafas de óxido nitroso, a "droga do riso", 326 balões e bocais para o enchimento dos balões num bar de "shisha" na Amadora.

A "droga do riso", conforme o JN publicou em primeira mão, está hoje a ser distribuída em bares e discotecas sem qualquer controlo. Trata-se de um anestesiante médico que provoca um sentimento de euforia momentânea, mas cuja toma em excesso e sem acompanhamento profissional pode provocar lesões cerebrais.

As autoridades encaminham os casos para o Infarmed, por se tratar de uma contraordenação. Apesar de ser vendida e gerar lucro para quem a distribui, não é crime porque os seus componentes, nitrogénio e oxigénio, não são estupefacientes.

A apreensão na Amadora pela PSP deu-se na madrugada de segunda-feira na sequência de denúncias por funcionamento depois das duas horas da madrugada, à porta fechada para ludibriar as autoridades. A PSP entrou no estabelecimento e verificou que o mesmo se encontrava em pleno funcionamento e em incumprimento das normas legais estabelecidas.

Durante a operação, os agentes depararam-se com as 19 botijas de óxido nitroso no bar. Havia também 326 balões, utilizados para inalar este relaxante muscular em gás e cinco bocais para o enchimento dos balões. Os proprietários foram alvos de contraordenação pelos incumprimentos decorrentes do funcionamento do estabelecimento e pela posse destas botijas sem licença emitida pelo Infarmed.

A primeira apreensão de botijas de óxido nitroso deu-se numa discoteca sem licença de funcionamento no Seixal em abril e desde então têm sido cada vez mais frequentes as apreensões. Duma só vez, em maio, no Monte da Caparica, foram apreendidas 164 botijas pela GNR por mero acaso, numa ação de patrulha.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG