Exclusivo

PSP avisa que Pasteleira Nova e Cerco nunca foram tão perigosos

PSP avisa que Pasteleira Nova e Cerco nunca foram tão perigosos

Os bairros do Cerco e, sobretudo, da Pasteleira Nova, ambos no Porto, nunca foram tão perigosos como nos dias de hoje. Fruto de um crescente aumento da violência, os moradores destes bairros sociais são obrigados a arriscar a vida para, diariamente, lutar contra "uma minoria de criminosos que persiste em impor" nestes locais redes de tráfico de droga. A garantia foi transmitida pela PSP ao Ministério Público, no âmbito da investigação a um videoclip de um rapper francês, que mostra disparos de armas de fogo e sacos com droga nas ruas destas zonas urbanas sensíveis da cidade portuense.

A investigação, tal como o JN avançou na edição de domingo, seria arquivada pela procuradora Lara Gomes da Rocha. Mas, para a Polícia, as imagens recolhidas e usadas pelo cantor Sofiane elevam o Cerco e a Pasteleira Nova ao patamar dos bairros mais violentos de França e da Europa de Leste, onde o rapper gravou outros videoclips.

E contribuem, sem qualquer dúvida, para "o aumento da resistência às ações policiais e para o cada vez maior sentimento de insegurança" da maioria das pessoas que habitam nestes bairros sociais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG