PSP

Estudante com 22 anos suspeito de violência doméstica no Porto

Estudante com 22 anos suspeito de violência doméstica no Porto

A PSP deteve esta segunda-feira no Porto um homem de 22 anos suspeito de violência doméstica, por "ameaças e ofensas à integridade" da namorada, de 20 anos.

O suspeito, estudante e residente em Vila Nova de Gaia, "atirou a jovem contra o solo e depois disso voltou a empurrá-la", causando "ferimentos" na vítima, disse à Lusa fonte da PSP.

A detenção foi feita pelas 2.30 horas no exterior do recinto da Queima das Fitas, na estrada da Circunvalação, zona oriental do Porto, onde o suspeito foi "intercetado pela prática de ameaças e ofensas à integridade física da companheira", refere em comunicado a PSP.

No local estavam elementos da força policial que verificaram a ocorrência de um "desacato entre dois indivíduos" que mais tarde vieram a aferir ser um "casal de namorados", referiu a mesma fonte.

Aquela polícia recorda que, desde março de 2013, tem em funcionamento, 24 horas por dia e todos os dias da semana, o Gabinete de Atendimento e Informação a Vítimas (G.A.I.V.), para onde são encaminhadas todas as vítimas de violência doméstica do concelho do Porto.

Neste espaço, as vítimas têm "atendimento personalizado e especializado por equipas policiais multidisciplinares, das valências policiais de Investigação Criminal e do Modelo Integrado de Policiamento de Proximidade (MIPP)".

Para combater a violência doméstica no período de namoro, foi apresentada em fevereiro de 2017 uma linha de apoio ao combate à violência doméstica "Muda de Curso: Violência no namoro não é para ti!".

PUB

Esta linha de apoio, criada pelo Governo e desenvolvida pelos vários organismos académicos, vai entrar em vigor no próximo ano letivo (2017/2018).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG