Matosinhos

PSP deteve migrantes marroquinos quando seguiam a pé na VRI

PSP deteve migrantes marroquinos quando seguiam a pé na VRI

Os três migrantes marroquinos, capturados na noite de ontem, sexta-feira, após terem fugido do Espaço Equiparado a Centro de Instalação Temporária no Aeroporto do Porto, foram intercetados pela PSP na Via Regional Interior (VRI).

Os três indivíduos, que faziam parte do grupo de 22 migrantes que chegou à região do Algarve numa embarcação em 15 de junho, foram vistos, cerca das 16 horas, a saltar a vedação do aeroporto junto à rotunda que dá acesso à EN107 por elementos da empresa de segurança privada que assegura a vigilância daquelas instalações.

Os seguranças alertaram de imediato o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e a Divisão de Segurança Aeroportuária do Porto da PSP, instalada no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, que começaram uma autêntica caça ao homem.

De acordo com o comissário André Rodrigues, da PSP, "eles foram avistados uma primeira vez na Rua do Pinhal [a cerca de 500 metros do aeroporto] e depois cremos que andaram por ali a deambular".

As buscas da PSP alargaram-se até à VRI, que liga o aeroporto à A4 e tem um acesso exclusivo para camiões que se dirigem para o porto de Leixões.

"As primeiras diligências na VRI resultaram infrutíferas mas, cerca das 22.15 horas, a patrulha viu os três homens a caminharem na faixa de rodagem, no sentido Norte-Sul, e detiveram-nos junto ao nó de acesso ao porto de Leixões. Foram conduzidos para as instalações da PSP na Bela Vista e levados este sábado de manhã ao Tribunal de Instrução Criminal (TIC)", referiu André Rodrigues.

PUB

Naquele Espaço Equiparado a Centro de Instalação Temporária, no aeroporto, encontravam-se 11 migrantes e os três que fugiram terão tido alguns momentos mais inflamados, atirando pacotes de sumo contra as paredes e dando pontapés nas mesas.

Estão ainda a ser ouvidos no TIC para aplicação de medidas de coação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG