Amadora

PSP dispara tiro de aviso para fazer detenção

PSP dispara tiro de aviso para fazer detenção

Polícia usou shotgun para dispersar grupo que dificultava detenção de homem que circulava de moto sem capacete e sem habilitação legal.

Agentes da PSP usaram uma shotgun para efetuar um disparo de aviso e, dessa forma, dispersar um grupo que estava a dificultar a concretização de uma detenção, no bairro Casal da Mira, na Amadora. A operação teve lugar na noite de domingo e terminou com a detenção de um motociclista, de 34 anos, que circulava na via pública sem carta de condução e sem capacete. O indivíduo já estava referenciado pelas autoridades pelo envolvimento em casos que envolveram a utilização de armas de fogo.

Segundo o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, faltavam dez minutos para a meia-noite quando uma patrulha localizou dois homens a circular numa moto, junto ao bairro de Casal da Mira. Ambos não usavam capacete e o condutor também não obedeceu à primeira ordem de paragem.

A patrulha foi, então, no encalço do motociclo e, pouco depois, conseguiu que o condutor parasse. Logo de seguida, os três polícias iniciaram manobras para algemar o motociclista, que não dispunha de habilitação legal, e foi neste momento que vários residentes da urbanização se aproximaram do local e protestaram contra a atuação da PSP. Nesta altura, enquanto dois agentes mantinham o detido manietado, um terceiro tentava manter os outros indivíduos afastados. Com receio da reação dos populares, o polícia também pediu reforços.

Em menos de dois minutos, um segundo carro patrulha chegou ao local e logo que o primeiro agente saiu da viatura usou a shotgun para efetuar um disparo de aviso para o ar. De imediato, os populares afastaram-se e a detenção foi concretizada.

Outras Notícias