Fiscalização

PSP fez 438 detenções em Portugal desde março por violação das normas

PSP fez 438 detenções em Portugal desde março por violação das normas

A PSP deteve 438 pessoas desde março, em Portugal, no âmbito da fiscalização das medidas restritivas impostas pelo Governo, três das quais este fim de semana.

"Desde o início da pandemia [em Portugal], [foram feitas] 438 detenções, das quais 118 por desobediência ao confinamento a que estavam obrigados por estarem infetados", afirmou este domingo o diretor do departamento de operações da direção nacional da PSP, Luís Elias.

De acordo com aquele responsável, no sábado e hoje, a PSP registou "três detenções" e "58 contraordenações, das quais 21 por consumo de álcool na via pública, 13 por falta de máscara na via pública e 10 por atividades realizadas não permitidas no regime em vigor".

Das detenções, uma foi por desobediência ao dever geral de confinamento e duas por desobediência relativa à abertura de estabelecimentos comerciais proibidos durante este período.

Luís Elias fez ainda questão de sublinhar que a PSP vai continuar no terreno a fiscalizar o período de confinamento, recordando, contudo, que a responsabilidade no cumprimento das regras tem de ser de todos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG