Premium

PSP trava burlões que atacavam no MB Way a partir da prisão

PSP trava burlões que atacavam no MB Way a partir da prisão

Dezasseis pessoas foram constituídas arguidas por 183 burlas que lesaram vítimas em 213 mil euros em menos de um ano.

Cinco reclusos de Vale de Judeus fintaram a interdição de telemóveis nas cadeias e dedicaram o tempo das suas penas a burlar cidadãos em liberdade, que se deixaram convencer a instalar nos seus dispositivos eletrónicos a aplicação MB Way e, sem consciência disso, concederam acesso às próprias contas bancárias.

Esta quarta-feira, o Ministério Público e a PSP interromperam a atividade dos cinco reclusos, com uma operação em Vale de Judeus, seguida de outra, já ontem, em que foram constituídos arguidos mais 11 burlões, que recorriam ao mesmo "modus operandi" com a MB Way, a partir dos concelhos de Avis, Almeirim, Monforte, Fronteira, Elvas, Campo Maior e Setúbal.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG