Exclusivo

Quatro espiados exigem que Rui Pinto lhes pague 34 mil euros

Quatro espiados exigem que Rui Pinto lhes pague 34 mil euros

Julgamento do caso Doyen e de intrusões na Justiça, futebol e advogados começa esta sexta-feira sob fortes medidas de segurança em Lisboa.

É o julgamento do século, como foi qualificado pela juíza-presidente da Comarca de Lisboa. Rui Pinto, cujas revelações nos casos Football Leaks e Luanda Leaks atraíram a atenção mundial, começa hoje a responder por crimes de tentativa de extorsão ao fundo de investimento Doyen, sabotagem informática ao Sporting, acesso ilegítimo, violação de correspondência e acesso indevido ao DCIAP do Ministério Público e ao procurador Amadeu Guerra, então diretor daquele Departamento, mas também à Federação Portuguesa de Futebol e a escritórios de advogados. Quatro das vítimas pedem ao alegado pirata informático indemnizações num total de 34 078 euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG