O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Queimam Mercedes para receber dinheiro do seguro

Queimam Mercedes para receber dinheiro do seguro

Um chef de cozinha e o filho, proprietário do restaurante onde trabalha, no Porto, e um vizinho de ambos, todos de Espinho, foram acusados pelo Ministério Público (MP) de terem planeado pegar fogo a um Mercedes para receberem o dinheiro do seguro, por causa do pouco valor oferecido por um stand na retoma da viatura para a compra de um modelo melhor. Vão responder por simulação de crime e burla relativa a seguros qualificada, entre outros crimes.

Em 2017, segundo o MP, o empresário da restauração, a pedido do pai, fez um contrato de aluguer de longa duração para adquirir um Mercedes modelo E220 D Classic. O seguro que efetuou para a viatura, de 62250 euros, cobria casos de roubo ou furto.

Dois anos depois, o chef decidiu comprar um Mercedez-Benz CLS 300d AMG que custava 94500 euros. Foi ao concessionário e propôs abater o valor do seu carro na nova compra. Foi informado que o valor da retoma seria de 41 mil euros, mas ainda teria de pagar 8700 euros para resolver o contrato de aluguer de longa duração. No final, pagaria 53 500 euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG