Exclusivo

Queixas de violação contra mestre de ioga arquivadas

Queixas de violação contra mestre de ioga arquivadas

Vítimas quebraram silêncio fora de prazo legal. Jorge Vieira e Castro, tido como uma "divindade", esteve na mira da PJ por oito casos com alunas.

O ex-presidente da Confederação Portuguesa do Yoga Jorge Veiga e Castro esteve na mira da Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas de ter abusado de várias alunas.

Apesar de as provas serem consideradas sólidas, o Ministério Público (MP) teve de arquivar a investigação, porque as vítimas se queixaram fora do prazo legal de seis meses. Só participações mais recentes poderão reabrir o caso.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG