Premium

Raptora do S. João quis substituir bebé perdido em gravidez de risco

Raptora do S. João quis substituir bebé perdido em gravidez de risco

A mulher colocada em prisão preventiva por ter tentado raptar uma recém-nascida no Hospital de S. João, no Porto, perdeu um bebé na sequência de uma gravidez de risco há apenas três meses.

Ao seu namorado, de quem entretanto se separou, garantiu na altura que ia conseguir ter outro bebé. Por isso, as autoridades acreditam que Laura Argentina, de 48 anos, começou a pensar no rapto em novembro.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, foi o ex-namorado de Laura quem informou as autoridades da gravidez da mulher, involuntariamente interrompida há cerca de três meses. A ex-secretária desempregada estaria muito feliz por voltar a ser mãe (já tem dois filhos e netos) aos 48 anos e terá caído numa depressão com a perda da criança.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG