Covid-19

Recluso da Prisão de Vale do Sousa com segundo teste negativo

Recluso da Prisão de Vale do Sousa com segundo teste negativo

O recluso do Estabelecimento Prisional de Vale do Sousa, em Paços de Ferreira, que na passada sexta-feira havia testado positivo para a covid-19, não estará infetado. Já foi conhecido o resultado de um segundo teste, efetuado na segunda-feira, e nem o recluso nem os guardas prisionais e elementos civis da cadeia estão infetados.

A passada segunda-feira foi de sobressalto no EP de Vale de Sousa, quando se soube o resultado positivo do teste efetuado ao recluso na sexta-feira anterior, no Hospital de Penafiel, onde se deslocara para uma consulta de pré-cirurgia.

O preso, bem como os seus companheiros de cela foram colocados em confinamento e logo na segunda-feira foram efetuados testes a cerca de 80 guardas prisionais e elementos civis daquele EP.

Sabe-se agora que todos os testes deram negativos, faltando apenas saber os resultados das pessoas (guardas, pessoal civil e reclusos) testadas ontem, terça-feira.

"É, sem dúvida, uma boa notícia. Embora ainda não conheçamos os resultados de ontem [terça-feira], ficamos mais tranquilos", afirmou, ao JN, Jorge Alves, presidente do Sindicato Nacional da Guarda Prisional.

O recluso ainda se encontra em isolamento na unidade de saúde do Estabelecimento Prisional do Porto, em Custoias (Matosinhos), e, de acordo com a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP), "irá ser testado novamente".

Segundo a DGRSP dos testes efetuados no Estabelecimento Prisional de Leiria (jovens), no Hospital Prisional e no Estabelecimento Prisional da Carregueira (consequência do rastreio a trabalhadores, de empresas externas e do quadro da DGRSP terem acusado sete situações de positivo), tiveram, todos eles, resultados negativos.