Almada

Reformado violava com pau mulher sequestrada

Reformado violava com pau mulher sequestrada

Uma mulher, de 44 anos, de nacionalidade brasileira, foi sequestrada e violada, durante três meses, no final do ano passado, por um reformado, de 68 anos, na Charneca da Caparica, Almada, que foi agora detido pela Polícia Judiciária de Setúbal.

A relação entre o detido e a vítima começou nas redes sociais, com mensagens e conversas por vídeo. Ao que foi possível apurar, a relação cresceu e o homem convidou-a a morar com ele, convencendo-a a deixar o trabalho no Brasil. Mas o romance acabou quando a mulher entrou em sua casa. Ele ficou-lhe com os documentos e não a deixou sair, sujeitando-a, durante cerca de três meses, a várias práticas sexuais, muitas vezes com recurso a objetos. Em novembro, a mulher fugiu e foi queixar-se à GNR da Charneca da Caparica. Tinha hematomas, equimoses e escoriações.

Com ela levou um pau que alegava ser um dos objetos que o reformado usava para a violar. Foi internada no Hospital Garcia de Orta onde, através de exames clínicos, foi possível comprovar a sua história. O homem foi confrontado nessa altura com a versão da vítima, mas desmentiu tudo.

A investigação prolongou-se até quinta-feira, tendo a PJ encontrado na casa roupas da vítima e um objeto de madeira que ele utilizaria para a violar. O reformado foi detido pela presumível prática de crimes agravados de violação e sequestro e presente ontem a tribunal para aplicação das medidas de coação. A vítima está numa casa de acolhimento.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG