Exclusivo

Rendeiro pediu comida e dinheiro à advogada

Rendeiro pediu comida e dinheiro à advogada

João Rendeiro pediu comida, dinheiro e outros bens emprestados à advogada que contratou na África do Sul até ficar sem quaisquer recursos. A pedido da justiça portuguesa, as contas bancárias sul-africanas e os cartões de crédito do ex-patrão do BPP tinham sido apreendidos aquando da sua detenção.

June Marks, a advogada de João Rendeiro, revelou este domingo ao JN, que o seu cliente lhe pediu comida e dinheiro emprestado, ao longo das últimas semanas, por estar sem acesso a fundos.

"No início pagou os meus honorários, mas no fim ficou sem acesso a qualquer fundo e quis usar o meu dinheiro. Era dinheiro e comida", explicou June Marks, que revelou ainda: "prometeu-me reembolsar quando tivesse acesso aos fundos que tinha na África do Sul. Foi o que ele prometeu fazer".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG