O Jogo ao Vivo

GNR

Responsáveis por festa com 300 pessoas em casa no Seixal vão ser multados

Responsáveis por festa com 300 pessoas em casa no Seixal vão ser multados

O organizador e o arrendatário da casa onde a GNR encerrou uma festa ilegal com 300 pessoas no Seixal vão ser multados nos valores entre os 100 e 500 euros de acordo com o novo regime sancionatório aprovado pelo governo para quem promova este tipo de ajuntamentos.

A GNR foi alertada na madrugada de sábado para a festa numa moradia isolada em Fernão Ferro, Seixal, e só com a insistência dos militares do Destacamento de Intervenção, foi parada.

Os militares, sabe o JN, foram impedidos de entrar no espaço onde decorria a festa privada e através da rua insistiram para que a festa terminasse. A forte presença de militares no local e o alerta feito no exterior para a ilegalidade desta festa foram fatores determinantes para que a música cessasse e todos os participantes saíssem do espaço.

Os participantes eram na sua maioria estrangeiros, de nacionalidade estrangeira a residir em Lisboa. Por essa razão e pelo elevado número de pessoas, sabe o JN, não foi possível às autoridades fiscalizar se algum estaria a violar o dever de recolhimento domiciliário por ser portador de covid-19.

O arrendatário da casa e o promotor da festa foram visados no auto de contraordenação da GNR que foi remetido para a Secretaria Geral do Ministério da Administração Interna.

Outras Notícias