O Jogo ao Vivo

Bragança

Desmantelada rede de furto e recetação de alfaias agrícolas e ferramentas

Desmantelada rede de furto e recetação de alfaias agrícolas e ferramentas

O Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Mirandela desencadeou uma operação que levou ao desmantelamento de uma rede organizada de indivíduos que se dedicavam ao furto em armazéns agrícolas e à recetação do material furtado, informou o Comando Territorial de Bragança.

Em comunicado, aquela força de segurança adianta que foi o culminar de uma investigação que durava há cerca de 10 meses, e que levou o Ministério Público a determinar o cumprimento de quatro mandados de busca domiciliária e cinco de busca não domiciliária, nos concelhos de Mirandela, Alfandega da Fé e Macedo de Cavaleiros, onde foram apreendidas duas armas de fogo em situação ilegal, uma pistola de alarme, 50 munições de calibre 6.35 e dezenas de alfaias agrícolas e ferramentas.

Foram detidos dois homens com 35 anos de idade e constituído arguido um terceiro elemento com 39 anos. Ainda segundo a GNR, "dois indivíduos cometiam os furtos enquanto o outro comprava os bens furtados por menos de metade do seu valor comercial para seguidamente os revender por todo o distrito de Bragança, originando assim avultados lucros para todos os elementos que compunham a rede".

PUB

Os três suspeitos - ao que conseguimos apurar, residentes em Paradela (Mirandela), Vilarelhos (Alfândega da Fé) e Ferreira (Macedo de Cavaleiros) - foram interrogados e vão aguardar o decorrer da investigação sujeitos à medida de coação de termo de identidade e residência, sendo que nos próximos dias os militares da GNR vão devolver os objetos aos seus legítimos proprietários.

A operação contou com o reforço dos Núcleos de Investigação Criminal de Bragança, Torre de Moncorvo e Miranda do Douro, do Núcleo de Apoio Operativo de Bragança, da Secção de Informações e Investigação Criminal de Vila Real, da Secção de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário de Mirandela bem como dos Postos Territoriais de Mirandela, Torre de Dona Chama, Vila Flor e Carrazeda de Ansiães.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG