Sentença

Rui Mesquita Amorim absolvido de matar "Trico" e outro ex-recluso

Rui Mesquita Amorim absolvido de matar "Trico" e outro ex-recluso

O Tribunal de S. João Novo, no Porto, absolveu, esta segunda-feira à tarde, o arguido Rui Mesquita Amorim da acusação por dois crimes de homicídio, que vitimaram Fernando Borges, ex-líder do gangue de Valbom que era conhecido por "Trico", e o ex-recluso Eduardo Costa.

Para o tribunal de júri do Porto que julgou o caso, não houve prova nenhuma dos dois crimes, tão-pouco que o arguido e "Trico" estivessem envolvidos em negócios de droga. Segundo a acusação, uma dívida contraída naqueles negócios tinha sido o móbil do crime de homicídio de "Trico". Já Eduardo Costa, que o arguido conheceu na prisão, teria sido assassinado por ter sido testemunha do primeiro homicídio.

Ainda segundo a acusação, Rui Mesquita Amorim teria cometido os crimes durante uma saída precária da cadeia de Coimbra. O arguido tem um cadastro pesado, onde constam três homicídios de familiares.

Os corpos das duas vítimas deste novo processo mortais nunca foram encontrados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG