Premium

Rui Pinto recusou reunião para proteção pessoal

Rui Pinto recusou reunião para proteção pessoal

PJ e PSP prepararam logística para segurança do alegado pirata informático. Mesmo na cadeia, autoridades vão monitorizar ameaças.

Mal chegou a Portugal, depois de ter sido entregue à Polícia Judiciária (PJ) pelas autoridades húngaras, Rui Pinto, que garantiu ser alvo de ameaças de morte e ter medo de regressar ao nosso país, teve oportunidade de uma reunião com a PSP para tratar de um programa de proteção pessoal. Mas recusou.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, Rui Pinto terá negado a proposta de reunião com a PSP, alegando pretender esperar pela decisão da juíza de instrução criminal - que acabaria por decretar a sua prisão preventiva.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG