Exclusivo

Sacam dez milhões ao Estado com fraude no IVA de telemóveis

Sacam dez milhões ao Estado com fraude no IVA de telemóveis

Em apenas ano e meio, 41 empresas foram usadas para criar um gigantesco circuito de faturas fictícias e lesar o Fisco em mais de dez milhões de euros.

A rede era composta por 16 arguidos e liderada por pai e filho. Compravam telemóveis sem IVA em estados-membros da União Europeia sem hesitar em vendê-los em Portugal a um preço inferior ao de custo, porque o objetivo era apenas defraudar o Estado. Os indivíduos e as empresas foram agora acusados de associação criminosa e fraude fiscal qualificada.

De acordo com a acusação do Ministério Público (MP), Pawan Kumar, 49 anos, atualmente em prisão domiciliária, e o filho Akshiv, de 21, ambos residentes na Charneca de Caparica, Almada, criaram um esquema de carrossel do IVA, que consiste em comprar e vender os mesmos bens em circuito fechado entre as mesmas empresas para no final ficar com o IVA que deveria ser entregue à Autoridade Tributária. É um sistema de emissão e troca de faturas, apenas em termos contabilísticos, que nunca tem correspondência real em termos de transação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG