Premium

"Salvei-a de se matar mas ela já tinha empurrado o filho para o fundo do poço"

"Salvei-a de se matar mas ela já tinha empurrado o filho para o fundo do poço"

Mãe de 52 anos admite ter matado filho autista de 17. Mulher foi salva por primo e terá tentado de novo o suicídio, já detida pela GNR.

José Manuel Periquito vai no seu trator pelo caminho pedroso de pó, cruza os campos de oliveiras e o capim seco, estão 38 graus, o sol pica e ele vai muito aflito, vai apavorado e acelera. Minutos antes, pouco depois das duas da tarde, recebera um telefonema da prima Fátima Martinho, trabalhadora agrícola de 52 anos, que lhe pôs a cara num esgar de horror. Disse-lhe ela: "Já matei o meu filho e vou-me matar também!".

Outras Notícias