O Jogo ao Vivo

Vila Real

Sargento da GNR fica em prisão domiciliária

Sargento da GNR fica em prisão domiciliária

Já são conhecidas as medidas de coação do sargento da GNR detido pela PJ, esta segunda-feira à noite.

O Sargento da GNR de Vila Real detido, com outros dois arguidos, pela Polícia Judiciária por suspeitas de corrupção, lenocínio, auxílio à emigração ilegal, sequestro, detenção de arma proibida, violação de segredo de justiça e jogo ilegal vai aguardar o desenvolvimento do inquérito em prisão domiciliária, uma pulseira eletrónica. Até estarem reunidas as condições irá permanecer na cadeia de Évora.

Os outros dois detidos, ligados a uma casa de alterne da zona de Vila Real, ficaram em prisão preventiva. As medidas de coação de privação de liberdade estão baseadas na perturbação, continuação e no forte alarme social.

PUB

As investigações duravam há vários meses. O militar é suspeito de fornecer informações sobre operações policiais a troco de milhares de euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG