Exclusivo

Seduz e mata idoso com fármacos para roubar 10 mil euros

Seduz e mata idoso com fármacos para roubar 10 mil euros

Dizia ser advogada e esteve um ano com a vítima. Fugiu e, sob falsa identidade, já estava a viver com outro reformado.

Conheceu um homem, de 78 anos, numa dancetaria, em Lisboa, e seduziu-o, passando a viver com ele. Apenas um ano depois, começou a esvaziar-lhe as contas bancárias, ao mesmo tempo que lhe dava antidepressivos em doses letais. Matou-o e desapareceu durante dois anos e meio, até ser localizada agora pela Polícia Judiciária (PJ). A mulher, de 60 anos, tinha mudado completamente o visual e já estava a viver com outro idoso. Foi colocada em prisão preventiva.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, a mulher intitulou-se advogada, com um curso tirado no Brasil, país de onde é originária. Até chegou a inscrever-se na Ordem, porém nunca exerceu. O idoso convidou a mulher a viver com ele. O namoro durou uma dezena de meses, até que a suspeita começou a fazer levantamentos das contas bancárias da vítima. Teria lá uns dez mil euros de que a mulher se apropriou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG