Barcelos

Sem-abrigo condenado a três anos de prisão por quatro furtos num mês

Sem-abrigo condenado a três anos de prisão por quatro furtos num mês

O Tribunal de Braga condenou, esta quinta-feira, a três anos e 10 meses de prisão efetiva um homem que em maio de 2020 fez quatro furtos em Barcelos, um dos quais na forma tentada.

Os alvos dos furtos consumados foram uma garagem de uma habitação, um estabelecimento de restauração e bebidas e uma lavandaria. Do estabelecimento de restauração, o arguido, além de bebidas e aparelhos, levou também um automóvel, que usou em alguns dos furtos seguintes. O arguido, de 39 anos e que à data dos factos era sem-abrigo, tentou ainda assaltar o bar do clube desportivo "Os Andorinhas", em Arcozelo, mas fugiu sem nada levar, porque o alarme tocou.

Para a aplicação de prisão efetiva, o tribunal considerou os vários antecedentes criminais do arguido, que atualmente está a cumprir pena de prisão à ordem de outro processo.

No julgamento, o arguido confessou integralmente os factos, justificando-os com a necessidade de conseguir dinheiro para alimentar o vício da droga.

Atualmente, o arguido encontra-se sob tratamento à toxicodependência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG