Operação “Kryptonite"

Sete estrangeiros detidos por branquear dinheiro em Portugal

Sete estrangeiros detidos por branquear dinheiro em Portugal

A Polícia Judiciária deteve cinco cidadãos estrangeiros, realizou sete buscas e apreendeu diverso material. Em causa estão suspeitas de associação criminosa, branqueamento e burlas qualificadas, a nível internacional.

"Este grupo organizado de cariz transnacional utilizava o território nacional para proceder à circulação de capitais (diversos milhões de euros)", lê-se em comunicado da PJ enviado às redações.

Os detidos, com 39, 43, 46, 51 e 56 anos, constituíam empresas de fachada e abriam contas em instituições financeiras em Portugal, que eram "apenas utilizadas para parquear o dinheiro, produto de ilícitos perpetrados pelo mesmo grupo criminoso", acrescenta a nota. O dinheiro era "de imediato transferido para outros países, de forma a ocultar a sua proveniência e destino, dando-lhe uma aparência de legalidade".

Os suspeitos foram presentes a primeiro interrogatório no Tribunal Central de Instrução Criminal, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

A operação, a cargo da Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ, ocorreu no âmbito de um inquérito do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DICAP).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG