Violência doméstica

Sexagenário agredia e ameaçava mulher há 42 anos

Sexagenário agredia e ameaçava mulher há 42 anos

Ao longo de 42 anos, o homem, de 60 anos, tornou a vida da esposa um inferno. Agredia-a física e psicologicamente e ameaçava-a de morte com uma arma de fogo.

Os militares do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas de Santarém puseram fim ao martírio e detiveram o agressor. Ficou preso. Os mesmo militares procederam a outras duas detenções: um homem de 47 anos que batia na mãe e numa irmã e outro, de 41 anos, que agredia e exercia violência psicológica sobre a esposa. Este último ficou proibido de se aproximar da vítima.

Em São Martinho do Porto foi detido em flagrante delito um homem de 57 anos que arrombara a residência da ex-companheira e estava a insultá-la e a ameaçá-la de morte. Resistiu e ficou preso. No Sabugal, o agressor, de 62 anos, que agredia a esposa de forma reiterada e também ficou preso.

Um homem de 53 anos, que não aceitava o fim de uma relação de meio ano, foi detido e sujeito a prisão preventiva. O agressor demonstrou um comportamento doentio, chegando a arrombar portas para entrar na casa da ex-companheira.

Cinco anos a sofrer

Na Covilhã, a violência foi também a causa da detenção de um indivíduo, de 40 anos, que tinha acabado de agredir a companheira, de 34. Há já cinco anos que a mulher era igualmente ameaçada de morte e controlada social e economicamente, verificando-se, nos últimos meses uma escalada do comportamento violento, devido ao consumo abusivo de álcool,

Em Coimbra, noutro caso, o detido, de 49 anos, ficou sujeito a pulseira eletrónica e proibido de se aproximar da ex-companheira, que agredia e intimidava ao permanecer indevidamente na casa da mesma.

Batia na mãe e na irmã

Um homem de 47 anos, de Benavente, exercia violência física e psicológica sobre a mãe, de 86 anos, e a irmã, de 59, que apresenta um certo grau de deficiência. O arguido, sem emprego e toxicodependente, já havia sido alvo de injunções por violência doméstica e extorsão. Em sua casa, a GNR apreendeu quatro caçadeiras, uma carabina, uma arma de ar comprimido, 250 chumbos, 57 cartuchos e um chicote. Ficou em prisão preventiva.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG