Covid-19

Surto na prisão de Izeda com 45 infetados

Surto na prisão de Izeda com 45 infetados

A Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP) informou, este sábado, que há 45 reclusos do Estabelecimento Prisional de Izeda, em Bragança, que testaram positivo à covid-19. Há ainda um trabalhador infetado.

O primeiro caso foi detetado a 28 de dezembro de 2020 numa das alas da cadeia, colocada "de imediato" em quarentena, o que "implicou o fim das atividades comuns, incluindo visitas, o incremento da monitorização de saúde dos reclusos e a imposição de máscara cirúrgica aos mesmos em todos os momentos".

A 4 de janeiro de 2021, foi identificado um segundo caso numa outra ala da prisão, igualmente colocada, nesse dia, em quarentena. O alojamento em Izeda está exclusivamente organizado em camaratas. No total, a cadeia alberga, segundo dados do final de 2019, cerca de 300 cidadãos.

Na última quinta e sexta-feira foram então testados todos os reclusos e funcionários do estabelecimento prisional. Os 45 presos infetados pertencem às duas alas anteriormente colocadas em quarentena.

De acordo com a DGRSP, os 11 primeiros reclusos a acusar positivo "estão internados no espaço especificamente criado para acolher casos covid-19 dos Serviços Clínicos do Estabelecimento Prisional do Porto. Os restantes permanecem em Izeda, "devidamente separados e isolados da restante população prisional e sob acompanhamento permanente dos profissionais de saúde". Estão todos assintomáticos.

Atualmente, há, a nível nacional, 64 casos ativos entre 11 228 reclusos. Outros 413 presos foram dados como clinicamente recuperados. Nos centros educativos não existe, neste momento, qualquer caso ativo. Quatro jovens internados estiveram infetados e já recuperaram. Entre os trabalhadores da DGRSP, há 34 ativos e 299 que recuperaram da doença.

"A DGRSP, em articulação com a saúde pública, continuará a desenvolver o trabalho de prevenção e de acompanhamento clínico que permita a resolução favorável dos casos registados", remata, na nota, o organismo.

PUB

Outras Notícias