O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Suspeitas de corrupção em contratos de sete milhões nos institutos dos vinhos

Suspeitas de corrupção em contratos de sete milhões nos institutos dos vinhos

PJ fez buscas nos Institutos do Vinho do Porto e Madeira, Associação Comercial do Porto e Fundação para a Juventude.

Foi por suspeitas de participação económica em negócios, corrupção e branqueamento de capitais que a Polícia Judiciária (PJ) realizou na terça-feira buscas na Associação Comercial do Porto (ACP), do Instituto do Vinho do Douro e do Porto (IVDP), da Fundação da Juventude, e do Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira (IVBAM). Em causa estão contratos de promoção e relações públicas adjudicados pelos dois institutos públicos a um grupo restrito de empresas, também alvo de buscas, e que totalizam cerca de sete milhões de euros em apenas três anos.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, o inquérito do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) ainda está numa fase muito inicial e ontem não foram constituídos arguidos. A dezena de buscas realizadas pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ visaram essencialmente recolher documentos sobre contratos considerados suspeitos entre empresas e os institutos públicos. A investigação pretende saber quem efetivamente os negociou e se houve contrapartidas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG