PJ

Suspeito de ameaçar de morte Marcelo fica em prisão preventiva

Suspeito de ameaçar de morte Marcelo fica em prisão preventiva

O homem que enviou uma carta com uma ameaça de morte ao presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai ficar em prisão preventiva.

A detenção pela PJ do homem suspeito de ameaçar o presidente da República através de uma carta com uma bala foi feita esta terça-feira.

Em reação à operação, o chefe de Estado declarou que "o período de maior intensidade de ameaças foi talvez em 2017, na altura dos fogos, 2017, 2018, e depois passou a ser muito raro".

PUB

Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que, na altura, tinha desvalorizado a receção de uma carta com uma bala.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG