O Jogo ao Vivo

Tribunal

Suspeito de atear dois fogos na Feira em prisão preventiva

Suspeito de atear dois fogos na Feira em prisão preventiva

Um homem de 39 anos viu decretada a obrigatoriedade de permanecia na habitação, com pulseira eletrónica, por suspeita de ser o autor de dois fogos que deflagraram em Santa Maria da Feira na passada segunda-feira. Sem habitação definida, aguarda, por enquanto, o desenrolar do processo em prisão preventiva.

O homem foi detido pela Polícia Judiciária, esta quarta-feira, por fortes indícios de ter sido o responsável por dois fogos que ocorrerem com diferença de 10 minutos, na zona de São João de Ver e Feira, onde foi necessário recorrer a meios aéreos para o combate às chamas.

Presente a primeiro interrogatório no Tribunal da Feira, foi-lhe decretada como medida de coação a obrigatoriedade de permanecia na habitação.

Contudo, não foi possível ao tribunal aferir das condições de habitabilidade do arguido, acabando o mesmo por ficar em prisão preventiva, no estabelecimento prisional de Custóias.

Contactada pelo JN, a advogada do suspeito, Sara Bernardo, adiantou, apenas, que irá tentar conseguir concretizar os requisitos para que o homem possa cumprir a medida de coação de permanência na habitação, deixando logo que possível o estabelecimento prisional.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG