Tribunal

Suspeito de aterrorizar mulher na Trofa em prisão preventiva

Suspeito de aterrorizar mulher na Trofa em prisão preventiva

Um homem da Trofa indiciado por atacar com um machado a sua companheira, a quem exigiria "obediência e dinheiro", vai ficar em prisão preventiva, ordenou o Tribunal de Instrução Criminal de Matosinhos.

Nos últimos meses, o suspeito, de 47 anos, "injuriava, aterrorizava e ameaçava de morte a vítima, sua esposa, de 39 anos, exigindo obediência e dinheiro. No último episódio de violência, o suspeito terá atacado a vítima com um machado de cortar lenha", relata hoje a GNR, que deteve o homem.

Acabou por destruir todo o interior da residência, "deixando um cenário de grande violência e terror", acrescenta a GNR, em comunicado.

O suspeito, que tem já antecedentes criminais por ofensas à integridade física, foi detido na segunda-feira por efetivos do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas da GNR do Porto, "na sequência de uma diligência com caráter de urgência pelo crime de violência doméstica".