Seixal

Suspeito de pornografia de menores em preventiva após recurso do Ministério Público

Suspeito de pornografia de menores em preventiva após recurso do Ministério Público

O Tribunal da Relação de Lisboa colocou em prisão preventiva um homem que tinha sido detido, em outubro, por pornografia de menores e nessa altura tinha sido libertado pelo Juiz de Instrução Criminal do Seixal. O suspeito foi detido por 53 crimes de pornografia de menores e libertado porque o juiz considerou que em causa estava apenas um crime.

O Ministério Público recorreu então da decisão e viu agora os juízes desembargadores dar-lhe razão na imputação de 53 crimes. O suspeito foi detido em Fernão Ferro, Seixal, e encontra-se já na prisão.

A investigação da Polícia Judiciária de Setúbal apurou que o suspeito, pelo menos desde o início de janeiro de 2021, partilhava e descarregava no seu computador pessoal ficheiros de pornografia infantil. Para tal instalou um programa de aquisição e partilha de ficheiros.

PUB

A PJ contabilizou 5618 ficheiros, dos quais 38 eram vídeos que mostram imagens de crianças e jovens, de idade inferior a 14 anos, em práticas sexuais. Nestes estavam envolvidos 53 menores.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG