O Jogo ao Vivo

e-Toupeira

Suspeito de ser "toupeira" do Benfica vai ser libertado da cadeia

Suspeito de ser "toupeira" do Benfica vai ser libertado da cadeia

José Augusto Silva, funcionário judicial suspeito de passar informação ao Benfica, vai ser libertado da cadeia, esta quarta-feira.

O tribunal decidiu alterar a media de coação de José Silva, que vai ficar em prisão domiciliária com pulseira eletrónica. O juiz do processo aceitou enviar José Silva para casa mediante vigilância eletrónica, após o Ministério Público ter dado como encerrada a investigação, tendo proferido a acusação do processo e-Toupeira no início deste mês.

O caso leva a tribunal o ex-assessor jurídico do Benfica, Paulo Gonçalves, a SAD do clube encarnado e o outro funcionário judicial José Júlio, acusados dos crimes de corrupção, crimes informáticos e peculato.

José Augusto Silva, técnico do Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça, de Fafe, usava passwords de colegas para abrir os computadores com os quais acedia ao programa Citius. Ali, ia ver os processos em investigação do Benfica. Ao usar o "login" de outros funcionários judiciais, José Augusto Silva quereria evitar deixar rasto do seu acesso.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG