Seixal

Suspeito de troca de tiros com polícia fica em liberdade, após ameaçar vizinhos

Suspeito de troca de tiros com polícia fica em liberdade, após ameaçar vizinhos

O homem que motivou o cerco policial no bairro de Santa Marta do Pinhal na terça-feira, alegando à polícia estar a disparar contra encapuzados barricados na sua casa, foi detido um dia depois por ameaçar vizinhos com uma faca e libertado pelo tribunal esta quinta-feira.

O suspeito, na companhia de outro morador, entrou no quintal da residência das vítimas, um casal, e com uma faca ameaçou-os de morte. Em causa estava uma puxada de água. As vítimas foram obrigadas a entrar na habitação, mas a mulher conseguiu fugir e contactar a PSP que, de imediato, compareceu no local, localizou os agressores e procedeu à sua detenção.

Os dois arguidos são suspeitos da prática de um crime de dano, um crime de introdução em lugar vedado ao público, dois crimes de ameaça agravada, dois crimes de coação agravada, um deles na forma tentada, e um crime de detenção de arma proibida.

Os dois estão proibidos de se aproximar e de contactar as vítimas. Estão também obrigados a apresentações periódicas no posto da PSP.

Na manhã de terça-feira, o suspeito, regressado recentemente de França onde esteve durante 15 anos, disparou do telhado da sua casa três tiros de caçadeira contra o café onde estavam moradores. Não atingiu ninguém, disse que queria tomar conta do bairro.

A polícia chegou ao local e o homem terá disparado contra os agentes antes de se entregar. Alegou que se estava a defender de um grupo que estava barricado na sua casa.

A PSP cercou o bairro e ao fim de oito horas entraram em casa do suspeito e não encontraram ninguém. O caso está a ser investigado pela PJ de Setúbal, que até esta sexta feira não anunciou quaisquer detenções

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG