Crime

Suspeito de homicídio a tiro no Seixal foi detido na Holanda e fica em preventiva

Suspeito de homicídio a tiro no Seixal foi detido na Holanda e fica em preventiva

O homem suspeito de matar a tiro um jovem de 18 anos, na Quinta da Princesa, no Seixal, no distrito de Setúbal, vai permanecer em prisão preventiva, anunciou hoje a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

O crime aconteceu em 27 de agosto e há forte indícios de que o arguido, de 35 anos, "empunhou uma arma de fogo municiada e efetuou um disparo na direção do ofendido", um jovem de 18 anos, adiantou a PGDL, na sua página da internet.

A mesma fonte explicou que a vítima foi atingida na região temporoparietal esquerda e ficou com "lesões crânio-encefálicas que determinaram a sua morte".

Segundo a Polícia Judiciária, em comunicado, o arguido também causou ferimentos a outro homem, de 39 anos.

O suspeito abandonou o local após os disparos, sendo detido na Holanda, em outubro, na sequência de um mandado de detenção europeu, emitido pelo Ministério Público (MP), indicou a PGDL.

Devido à suspeita de ter praticado este crime, o homem encontra-se indiciado pela prática de homicídio qualificado.

De acordo com a PGDL, a investigação vai prosseguir sob a direção do MP do Seixal, Departamentos de Investigação e Ação Penal da Comarca de Lisboa e com a coadjuvação da Polícia Judiciária de Setúbal.