MP

Suspeitos de morte "bárbara" em Alcântara acusados de homicídio qualificado

Suspeitos de morte "bárbara" em Alcântara acusados de homicídio qualificado

O Ministério Público acusou recentemente os dois suspeitos da morte à facada de um homem de 52 anos numa rua em Alcântara em setembro do ano passado num ajuste de contas por dívidas de poucas centenas de euros. A vítima foi assassinada de "forma bárbara" à porta de casa com nove golpes de uma faca de mato desferida por um dos suspeitos enquanto o outro assistia e nada fez.

De acordo com a acusação, os dois arguidos, homens de 21 e 60 anos trabalhavam para a mesma pessoa e, entre outras funções na área da construção civil, também recebiam rendas dos vários inquilinos do patrão. A vítima apropriava-se de parte das rendas, o que estava na origem de desentendimentos entre este e o principal arguido.

O crime ocorreu no dia 11 de setembro de 2021, em Alcântara, num corredor de acesso à residência da vítima, local onde os arguidos a foram procurar. Mais uma vez, gerou-se uma discussão por causa das rendas e o principal arguido empunhou uma faca do mato e atingiu o ofendido com nove golpes, tendo-lhe provocado a morte. O segundo arguido assistiu a tudo, ao lado do primeiro arguido e nada faz para evitar a morte da vítima.

PUB

Os dois suspeitos estão em prisão preventiva desde que foram detidos, em fevereiro. Vão responder em tribunal pela prática de um crime de homicídio qualificado, um como autor material e o outro como cúmplice.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG