Premium

Tirou 125 mil euros à mãe e deixou-a apenas com reforma de 400 euros

Tirou 125 mil euros à mãe e deixou-a apenas com reforma de 400 euros

O Tribunal de Santa Maria da Feira condenou um homem a quatro anos e seis meses de prisão por abuso de confiança. Em 2014, o arguido zangou-se com a mãe, saiu de casa e foi para a Bélgica com a mulher.

Antes de emigrar, apropriou-se de mais de 125 mil euros que a mãe, de 81 anos, tinha em certificados de aforro. Deixou-a com uma pensão de apenas 399,54 euros e com a irmã paraplégica (tia do arguido) para tomar conta.

A pena ficará suspensa se o arguido cumprir uma condição: em três meses, tem de devolver à mãe a verba surripiada e pagar uma indemnização de cinco mil euros. A vítima considerou pouco e recorreu para a Relação do Porto, pedindo uma pena efetiva de prisão pela má-fé demonstrada pelo arguido e pelas "necessidades de reprovação e prevenção do crime". A lesada também pedia que o arguido lhe pagasse as despesas de uma ação cível e de um processo de execução que teve de desencadear.

Outros Artigos Recomendados