Pandemia

Todos testados à covid-19 no trânsito da GNR de Fafe

Todos testados à covid-19 no trânsito da GNR de Fafe

Mais um militar testou positivo e sete foram colocados em quarentena. Elementos de Braga que participaram em operação conjunta também testados.

Todos os militares do posto de trânsito de Fafe da GNR vão ser testados à covid-19 durante este fim de semana. A decisão da Guarda surgiu na sequência da notícia avançada ontem, pelo JN, que dava conta que um militar daquele posto tinha testado positivo e que apenas oito daqueles que com ele tinham contactado haviam sido testados. Já ontem soube-se que desses oito militares já testados um deu positivo o que elevou para dois os infetados neste posto.

Entretanto, os restantes sete militares que terão testado negativo foram colocados em quarentena por terem tido contactos próximos com os infetados, tal como reclamavam desde que, na segunda-feira, foi conhecido o primeiro caso positivo. Os restantes 14 militares vão ser sujeitos a testes, talvez ainda hoje, sábado, sendo que há dois que estão de férias e a passear pelo país sem a certeza de estarem ou não infetados.

O JN sabe, também, que entre os militares que farão o teste no fim de semana estão o capitão da Divisão de Trânsito de Braga e o seu motorista que, anteontem, estiveram numa operação conjunta com o posto de Fafe, incluindo o segundo militar infetado. De fora dos testes ficam os restantes militares do posto de Braga que também participaram na referida operação.

A realização dos testes e a quarentena a que estão obrigados vai desguarnecer o policiamento. É que, apurou o JN, durante o fim de semana haverá apenas cinco militares ao serviço e apenas dois turnos serão contemplados no posto de Fafe. Hoje, sábado, haverá uma patrulha das nove às 17 horas e um militar no posto a atender o público e, na madrugada de amanhã, uma patrulha da uma às nove horas. Ou seja, durante as restantes horas do fim de semana a A7 e a A11, onde se concentra grande parte do raio de ação do posto ficarão sem patrulhamento e, em caso de acidente, serão acionados militares do Porto ou de Braga.

Filhos infetados

Os filhos do primeiro militar infetado, que está de férias no Algarve desde o dia 9, também testaram positivos à covid-19. Todos os colegas que com ele privaram antes das férias estão receosos de que possam ter sido contagiados.

PUB

O coordenador do Norte da Associação dos Profissionais da Guarda, Paulo Pinto, desabafou ontem ao JN que "já não há palavras para descrever tudo isto". O comando geral da GNR já tinha dito que está a "cumprir o protocolo em vigor, em consonância com as orientações das autoridades de saúde".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG