PSP

Três cúmplices de "Pirata" detidos por vários crimes violentos

Três cúmplices de "Pirata" detidos por vários crimes violentos

Três homens foram detidos pela PSP por suspeita de vários crimes violentos na zona Norte do país. Os detidos fazem parte do "gangue" de André "Pirata", que no ano passado deixou a namorada baleada à porta do Hospital de S. João da Madeira, onde viria a falecer.

A operação da Divisão de Investigação Criminal da PSP do Porto decorreu ao longo do dia de ontem, domingo, em vários concelhos da zona Norte e culminou com a detenção de três homens, com 33, 53 e 57 anos, todos sem ocupação conhecida e residentes no Porto, Maia e Santa Maria da Feira.

Os detidos fazem parte do mesmo grupo criminoso de André "Pirata" e são suspeitos de vários crimes de roubo, carjacking, furto de automóveis, residências e estabelecimentos comerciais. Ainda terão cometido sequestros e utilizado ilicitamente cartões de crédito ou débito bancário. Os delitos eram sempre cometidos na zona Norte do país, muitas vezes com recurso a armas de fogo.

Realizadas 26 buscas

Ao todo foram realizadas 26 buscas domiciliárias e não domiciliárias nos concelhos de Porto, Vila Nova de Gaia, Maia, Valongo, São João da Madeira, Ovar e Guimarães. Foram apreendidos vários artigos destacando-se uma reprodução de arma de fogo, munições, seis armas brancas, dois computadores, dois tablets, uma máquina fotográfica, três objetivas fotográficas, diversos pares de óculos de sol, relógios, peças de vestuário, malas e aparelho eletrónico de desbloqueamento de sistemas de segurança das viaturas.

Apesar de não terem sido apreendidas nenhumas armas de fogo, o grupo costumava atuar armado. A operação desenvolvida contou com a colaboração da PSP de Aveiro, a Unidade Especial de Polícia, as Equipas de Intervenção Rápida da PSP do Porto e, ainda, com o apoio da GNR na sua área de jurisdição.

PUB

Cumplíces do "Pirata"

Refira-se que os suspeitos fazem parte do grupo de André "Pirata", detido em outubro do ano passado em Braga. "Pirata", de 25 anos, vinha sendo procurado pelas autoridades policiais deste setembro último. Altura em que, na companhia de dois cúmplices e da namorada, tentou roubar um veículo Mercedes em São João da Madeira.

A PSP estava de sobreaviso devido a vários furtos naquele local. Apercebeu-se da tentativa de roubo e tentou interceptar os assaltantes. Estes puseram-se em fuga. Durante a perseguição, os polícias dispararam vários tiros e um deles terá atingido a namorada de "Pirata", de 23 anos.

A mulher seria deixada à porta do Hospital de São João da Madeira. Ainda foi assistida pelos médicos, mas não sobreviveu aos ferimentos. André "Pirata" acabaria detido em Braga e está em prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG